Governo revisa valor do fundo eleitoral em 2020 de R$ 2,5 bi para R$ 2

Governo diz ao Congresso ter revisado de R$ 2,5 bi para R$ 2 bi valor do fundo eleitoral em 2020

Segundo o governo, valor foi revisado porque houve mudanças no cálculo das renúncias fiscais relacionadas à propaganda partidária. Comissão de Orçamento terá de analisar novo montante.

Foto: ReproduçãoGoverno diz ao Congresso ter revisado de R$ 2,5 bi para R$ 2 bi
Governo diz ao Congresso ter revisado de R$ 2,5 bi para R$ 2 bi

O governo federal informou ao Congresso Nacional ter revisado de R$ 2,5 bilhões para R$ 2 bilhões o valor do fundo eleitoral para o ano que vem.

Segundo o governo, a redução do valor ocorreu porque foi feito um novo cálculo sobre as renúncias fiscais relacionadas à propaganda partidária, que compõem o fundo, e sobre as emendas de bancadas estaduais.

Agora, caberá à Comissão Mista de Orçamento (CMO) analisar o novo valor, que poderá ser incorporado à proposta do relator, deputado Domingos Neto (PSD-CE).

O Orçamento da União deve ser votado até o fim do ano na CMO e no plenário do Congresso. Para virar lei, contudo, ainda precisará ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Também nesta terça-feira (26), o governo federal informou ter reduzido de R$ 1.031 para R$ 1.031 o valor do salário mínimo em 2020. A redução será informada ao Congresso.

No ano passado, o valor do fundo chegou a R$ 1,7 bilhão. Foram eleitos presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais. No ano que vem, serão eleitos prefeitos e vereadores.

O Fundo Especial de Financiamento de Campanhas foi criado em 2017, em uma das reformas eleitorais feitas pelo Congresso. Os recursos desse fundo são, em sua maior parte, públicos.

Fonte: G1

Compartilhe este artigo:

Facebook

Enquete

Qual a sua avaliação sobre a gestão de Celso Neto á frente da OAB/PI?

  • 11,0%
  • 7,0%
  • 7,0%
  • 26,0%
  • 42,0%
  • 3,0%

Total: 26 voto(s)

Encerrada em 19/11/2019 13:40

Últimas Notícias

1