TRF-1 adere à Rede Justiça para maior integração a tribunais do Piauí

A implantação da Rede Justiça é uma medida inédita no âmbito do Estado do Piauí que segue as diretrizes da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário

O desembargador Kássio Nunes Marques, vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região (TRF-1), assinou, na manhã desta quinta-feira (31), o termo de adesão à Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário do Piauí, a Rede Justiça.

Foto: DivulgaçãoTRF-1 adere à Rede Justiça para maior integração a tribunais piauienses.
TRF-1 adere à Rede Justiça para maior integração a tribunais piauienses.

O documento foi assinado na oportunidade da cerimônia de entrega da comenda Colar do Mérito Judiciário ao ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Paulo Dias Ribeiro, que aconteceu no Gabinete da Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI).

A implantação da Rede Justiça é uma medida inédita no âmbito do Estado do Piauí que segue as diretrizes da Rede de Governança Colaborativa do Poder Judiciário, proporcionando um espaço mais democrático à sugestão e troca de experiências entre os tribunais participantes.

Foto: Lucas Dias/GP1Vice Presidente do TRF1, Desembargador  Kassio Nunes Marques
Vice Presidente do TRF1, Desembargador Kassio Nunes Marques


Assinaram também o termo de adesão o presidente  do TJ-PI, desembargador Sebastião Martins, e os presidentes do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) e do Tribunal Regional do Trabalho – 22ª Região (TRT-22), desembargador Francisco Antônio Paes Landim e desembargadora Liana Chaib, respectivamente, participantes da Rede Justiça.A adesão tem por objetivo fomentar o desenvolvimento de uma gestão estratégica conectada com a realidade de cada segmento da Justiça. Para o vice-presidente do TRF-1, intercâmbios entre tribunais são importantes para assegurar essa unificação. “Com essa assinatura, nossa expectativa é que nosso relacionamento com os outros tribunais seja ainda mais frutífero. A partir de agora, vamos irmanar as nossas práticas com as práticas do Tribunal de Justiça, que está sendo muito bem administrado”, pontua.

Fonte: ASCOM/TJ/PI

Compartilhe este artigo:

Facebook

Enquete

Qual a sua avaliação sobre a gestão de Celso Neto á frente da OAB/PI?

  • 11,0%
  • 7,0%
  • 7,0%
  • 26,0%
  • 42,0%
  • 3,0%

Total: 26 voto(s)

Encerrada em 19/11/2019 13:40

Últimas Notícias

1